Importância da Estatística na Investigação Cientifica e na Tomada de Decisão . Análise das Monografias Cientificas defendidas entre 2010-2011 na USTM Xai-Xai

Description
Importância da Estatística na Investigação Cientifica e na Tomada de Decisão . "Análise das Monografias Cientificas defendidas entre 2010-2011 na USTM Xai-Xai"

Please download to get full document.

View again

of 23
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Information
Category:

Finance

Publish on:

Views: 3 | Pages: 23

Extension: PDF | Download: 0

Share
Tags
Transcript
  1 Importância da Estatística na Investigação Cientifica e na Tomada de Decisão . “Análise das Monografias Cientificas defendidas entre 2010-2011 na USTM Xai-Xai”  Hélio Vasco Nganhane 1  “A ciência reclama pessoas flexíveis e inventivas e não rígidos imitadores de padrões de comportamento estabelecidos.” Paul Feyerabend Resumo O presente estudo pretende ressaltar a importância da estatística na investigação concretamente nas pesquisas monográficas que os estudantes fazem como requisito para conclusão dos seus cursos. Nesta perspectiva o estudo faz uma análise das monografias defendidas entre 2010 à 2011 na USTM-Xai-Xai, quanto ao uso de conceitos estatísticos para operacionalização dos seus objectivos e na apresentação de resultados. Os resultados desta análise demonstram que embora algumas monografias apresentem gráficos e tabelas, a sua interpretação não é muito consistente e com um uso reduzido de alguns parâmetros estatísticos como a média, a moda e o desvio padrão. Assim, a partir desta análise e do inquérito efectuado aos estudantes da USTM que já tiveram a cadeira de estatística torna-se possível propor algumas sugestões metodológicas que possam levar o estudante a valorizar a cadeira de estatística na produção científica e na tomada de decisão. Palavras-Chave: Estatística, Investigação, Monografia Científica 1   Licenciado em Ciências Naturais e Matemática, docente de Matemática no Ensino Secundário Geral e Facilitador de Matemática Cultural na UDEBA-LAB.  2 Abstract   This study aims to highlight the importance of statistics in the research, specifically on research monograph that students make as a requirement for completion of their courses. In this perspective the study is an analysis of monographs submitted between 2010 to 2011 in USTM-Xai-Xai, on the use of statistical concepts to operationalize their aim and presentation of the results. The results of this analysis show that although some monographs present graphics and charts, their interpretation is not very consistent, with a reduced use of some statistical parameters such although, standard deviation and fashion. Thus, from this analysis and survey of students who have had USTM chair statistic becomes possible to propose some methodological suggestions that might lead the student to appreciate the chair of the scientific and statistical decision making. Key words: Statistics, Research, Scientific Monograph  3 1.0. Introdução A estatística investiga os processos de obtenção, organização e análise de dados sobre uma determinada população. Ela se limita a um conjunto de elementos numéricos relativos a um facto social, a números, tabelas e gráficos usados para o resumo, a organização e apresentação dos dados de uma pesquisa, embora este seja um aspecto da estatística que pode ser facilmente percebido no quotidiano. Ela é uma ciência multidisciplinar, que permite a análise estatística de dados de um físico, economista, contabilista, auditor, jurista, matemático, biólogo, sociólogo psicólogo, cientista político e outros profissionais. Porém, na disciplina de estatística os estudantes de ciências sócias, económicas, administração e de outras áreas de conhecimento que não sejam de ciências naturais e exactas, enfrentam sérios problemas por lidar com conceitos abstractos, usar notações e terminologias complexas e muitas vezes ambíguas e confusas, ter a matemática como linguagem e lidar com problemas do mundo real que envolvem tomadas de decisões em condições de incerteza, implicando em inseguranças, medos, ansiedade, atitudes negativas em relação a esta cadeira. A USTM-Xai-Xai oferece cursos que nos seus planos curriculares apresentam a estatística como uma das competências a serem adquiridas pelos estudantes durante a sua formação, contudo devido ao facto de os estudantes não usarem com frequência a estatística nas sua monografias, faz-nos presumir que não haja grande simpatia por esta cadeira. Este artigo analisa o grau de aplicação dos conceitos de estatística nas monografias científicas que os estudantes defenderam para obtenção de grau de Licenciatura na USTM-Xai-Xai no período 2010-2011, tendo em conta que a estatística é uma ferramenta básica para a investigação científica. Apresenta-se ainda, o sentimento que os estudantes têm em relação a esta disciplina quanto à sua importância e sua aplicação na ciência e na vida profissional. A razão para escolha do tema prende-se pelo facto de que a disciplina de estatística é dada em quase todos os cursos mas muitos estudantes não assumem a sua importância tendo-á como uma daquelas disciplinas que vem retardar o seu processo de aprendizagem, facto este que tem sido por vezes confrontado pelo autor ao longo do seu trabalho como monitor desta cadeira. Assim esta pesquisa atendeu responder a seguinte questão: Será que os estudantes assumem o uso da estatística como uma ferramenta de pesquisa nas suas monografias científicas? Essa questão é colocada tendo em conta que o interesse por descobrir novos  4 procedimentos por meio da experiência acumulada tem sido determinante para a necessidade de os profissionais assim como os investigadores perceberem técnicas básicas de metodologia da investigação e de algumas mais concretas como a análise de dados, para que se apoiem na quantificação e no estudo do que se observa diariamente e compreenderem melhor o fundamental de sua área de trabalho. Para colecta de dados privilegiou-se inquérito com perguntas fechadas e algumas abertas de natureza opinativa. As fechadas assumiram respostas de “sim” ou “não”. As perguntas de escolha múltipla produzem respostas mais facilmente analisáveis, codificáveis e informatizáveis (Foddy, 1996); mas, por vezes as respostas conduzem a conclusões simples demais e a informação das respostas é pouco «rica» ( Hill & Hill, 2002). As outras questões eram de resposta aberta. As perguntas abertas apresentam as seguintes vantagens: podem dar mais informação; muitas vezes dão informação mais «rica» e detalhada; por vezes dão informações inesperadas (Hill & Hill, 2002); não sugerem respostas; indicam o nível de informação de que os inquiridos dispõem; indicam o que é mais relevante no espírito dos inquiridos (Foddy, 1996). Mas apresentam as seguintes desvantagens: muitas vezes as respostas têm de ser «interpretadas», são mais difíceis de analisar e a análise requer muito tempo ( Hill & Hill, 2002).  5 2.0. Referencial Teórico 2.1. Estatística na Pesquisa Cientifica Pesquisa é um conjunto de acções, propostas para encontrar a solução para um problema, que têm por base procedimentos racionais e sistemáticos. A pesquisa é realizada quando se tem um problema e não se tem informações para solucioná-lo. Para GIL (1999), a pesquisa tem um carácter pragmático, é um “processo formal e sistemático de desenvolvimento do método científico. O objectivo fundamental da pesquisa é descobrir respostas para problemas mediante o emprego de procedimentos científicos”. Conforme pode-se perceber na definição de Gil, para procurar respostas de um dado problema é necessário ter procedimentos científicos dos quais a Estatística joga um papel importante, pois ela apresenta conceitos que possam ajudar para a consecução dos objectivos e testar as hipóteses formuladas na pesquisa. Para Matsushita (2010), O que se entende, modernamente, por Estatística ou Ciência Estatística é muito mais do que um conjunto de técnicas úteis para algumas áreas isoladas ou restritas da ciência. Por exemplo, ao contrário do que alguns imaginam, a estatística não é um ramo da matemática onde se investigam os processos de obtenção, organização e análise de dados sobre uma determinada população. Também não se limita a um conjunto de elementos numéricos relativos a um fato social, nem a tabelas e gráficos usados para o resumo, a organização e apresentação dos dados de uma pesquisa, embora este seja um aspecto da estatística que pode ser facilmente percebido no quotidiano. Segundo Rao (1997), um dos mais importantes estatísticos do século, refere que a estatística pode ser definida de uma forma simples e objectiva. Ele define a estatística pela equação: Conhecimento incerto + Conhecimento sobre a incerteza = Conhecimento útil. Neste sentido, o objectivo da Estatística é analisar os dados disponíveis e que estão sujeitos a um certo grau de incerteza no planeamento e obtenção de resultados .   A estatística é definida como um conjunto de métodos e técnicas que envolve todas as etapas de uma pesquisa, desde o planeamento, coordenação, levantamento de dados por meio de amostragem ou censo, aplicação de questionários, entrevistas e medições com a máxima quantidade de informação possível para um dado custo, a consistência, o processamento, a organização, a análise e interpretação dos dados para explicar fenómenos socioeconómicos, a
Related Search
Similar documents
View more...
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks