Regiões de Influência das Cidades 2007

Description
Seminário apresentado na turma de Geografia Bacharelado da UFRN.

Please download to get full document.

View again

of 37
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Information
Category:

Science & Technology

Publish on:

Views: 13 | Pages: 37

Extension: PPTX | Download: 0

Share
Transcript
  • UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO SERIDÓ CAMPUS DE CAICÓ DEPARTAMENTO DE GEOGRAFIA/ CURSO: GEOGRAFIA BACHARELADO/ 2° PERÍODO DISCIPLINA: ORGANIZAÇÃO DO ESPAÇO DOCENTE: GLEYDSON PINHEIRO ALBANO Regiões de Influência das CIDADES 2007 Caicó-RN, 15 de outubro de 2012
  • DISCENTES: ANA BEATRIZ DE BRITO CAMILA CRISTINA DE MEDEIROS SUÊRDO PONCIANO DE OLIVEIRA VANESSA DE MEDEIROS BATISTA
  • INTRODUÇÃO A presente delimitação das regiões de influência das cidades dá continuidade a tradição do IBGE de estudar a rede urbana brasileira, e visa construir um quadro nacional, apontando as permanências e as modificações registradas nesta rede, no início do Século XXI, e procurando ver “como as ações do presente incidem sobre objetos vindos do passado” (SANTOS,1999, P. 60)
  • Objetivos Gerais Hierarquizar os centros urbanos Delimitar as regiões de influência associadas aos centros urbanos Específicos Subsidiar o planejamento e as decisões quanto a localização das atividades econômicas de produção e consumo, e dos equipamentos sociais. Exemplo dos de educação e saúde. As cidades são os locais onde mais racionalmente se podem instalar os serviços sociais básicos destinados ao atendimento da população de toda uma região.
  • Redes hierárquicas Definidas a partir da análise da gestão pública e empresarial que mantêm relações de controle e comando entre centros urbanos, propagando decisões, definindo relações e destinando investimentos. Redes não-hierárquicas Definidas a partir da análise das relações horizontais entre as cidades, de complementaridade, que podem ser explicitadas pela especialização produtiva, pela divisão funcional de atividades, e pela oferta diferencial de serviços.
  • Centros de Gestão do Território Cidades onde se localiza grande diversidade de órgãos do Estado e sedes de empresas, e a partir das quais são tomadas decisões que afetam direta ou indiretamente um dado espaço. Gestão Federal + Gestão Empresarial Equipamentos e Serviço _________________________________ Centros de Gestão do Território
  • Centros de Gestão do Território Ligações foram estudadas com base em dados secundários Demais cidades Pesquisa direta, levantando informações sobre busca de bens e serviços Delimitação das regiões de influência
  • * O estudo Regiões de Influência das Cidades mostra as redes formadas pelos principais centros urbanos do País, baseadas na presença de órgãos do executivo, do judiciário, de grandes empresas e na oferta de ensino superior, serviços de saúde e domínios de internet. * As áreas de influência dos centros foram delineadas a partir da intensidade das ligações entre as cidades, com base em dados secundários e os obtidos no questionário específico. Foram identificadas 12 redes de primeiro nível. As cidades foram classificadas em cinco níveis, por sua vez subdivididos em dois ou três subníveis. A REDE URBANA BRASILEIRA
  • 1 Metrópoles: São os 12 principais centros urbanos do País, que caracterizam-se por seu grande porte e por fortes relacionamentos entre si, além de, em geral, possuírem extensa área de influência direta. O conjunto foi subdividido em três subníveis: HIERARQUIA DOS CENTROS URBANOS
  • São Paulo, o maior conjunto urbano do País, com 19,5 milhões de habitantes, em 2007, e no primeiro nível da gestão territorial. a) Grande metrópole nacional: Fonte: Google imagens.
  • b) Metrópole nacional: Rio de Janeiro Brasília Fonte: Google imagens.
  • Fonte: Google imagens. c) Metrópole: Fortaleza Curitiba
  • 2 Capital Regional: Integram este nível 70 centros que, como as metrópoles, também se relacionam com o estrato superior da rede urbana. Com capacidade de gestão no nível imediatamente inferior ao das metrópoles, tem área de influência regional, sendo referidas como destino, para um conjunto de atividades, por grande número de municípios. Este nível também tem três subdivisões: a) Capital regional A; b) Capital regional B; c) Capital regional C.
  • 3 Centro sub-regional: Integram este nível 169 centros com atividades de gestão menos complexas, dominantemente entre os níveis 4 e 5 da gestão territorial; têm área de atuação mais reduzida, e seus relacionamentos com centros externos à sua própria rede dão-se, em geral, apenas com as três metrópoles nacionais. Estão subdivididos em dois grupos: a) Centro sub-regional A; b) Centro sub-regional B. HIERARQUIA DOS CENTROS URBANOS
  • 4 Centro de zona: Nível formado por 556 cidades de menor porte e com atuação restrita à sua área imediata; exercem funções de gestão elementares. Subdividem-se em dois grupos: a) Centro de zona A; b) Centro de zona B. HIERARQUIA DOS CENTROS URBANOS
  • 5 Centro local: As demais 4 473 cidades cuja centralidade e atuação não extrapolam os limites do seu município, servindo apenas aos seus habitantes, têm população dominantemente inferior a 10 mil habitantes (mediana de 8 133 habitantes). HIERARQUIA DOS CENTROS URBANOS
  • Foram identificadas 12 redes urbanas de primeiro nível: REGIÕES DE INFLUÊNCIA Para definir os centros da rede urbana brasileira, buscam-se informações de subordinação administrativa no setor público federal, no caso da gestão federal, e de localização das sedes e filiais de empresas, para estabelecer a gestão empresarial. A oferta de equipamentos e serviços – informações de ligações aéreas, de deslocamentos para internações hospitalares, das áreas de cobertura das emissoras de televisão, da oferta de ensino superior, da diversidade de atividades comerciais e de serviços, da oferta de serviços bancários, e da presença de domínios de Internet. Exemplo: Manaus.
  • REGIÕES DE INFLUÊNCIA: MANAUS
  • REGIÕES DE INFLUÊNCIA: BELÉM
  • REGIÕES DE INFLUÊNCIA: FORTALEZA
  • REGIÕES DE INFLUÊNCIA: RECIFE
  • REGIÕES DE INFLUÊNCIA: SALVADOR
  • REGIÕES DE INFLUÊNCIA: BELO HORIZONTE
  • REGIÕES DE INFLUÊNCIA: RIO DE JANEIRO
  • REGIÕES DE INFLUÊNCIA: SÃO PAULO
  • REGIÕES DE INFLUÊNCIA: CURITIBA
  • REGIÕES DE INFLUÊNCIA: PORTO ALEGRE
  • REGIÕES DE INFLUÊNCIA: GOIÂNIA
  • REGIÕES DE INFLUÊNCIA: BRASÍLIA
  • RELAÇÕES ENTRE AS REDES E ENTRE OS CENTROS DE MAIS ALTO NÍVEL Na conformação de rede urbana, coexistem redes hierárquicas e não-hierárquicas, que são caracterizadas por ligações horizontais, sendo as noções de interação, especialização, complementaridade e sobreposição necessária para compreender a hierarquia urbana.
  • A gestão federal, gestão empresarial, as ligações aéreas e as ligações rodoviárias de transporte coletivo são exemplos de interação entre os centros de nível metropolitano. Gestão federal - têm estrutura hierárquica e Brasília é o grande centro de coordenação do país. Gestão empresarial - a rede, embora mais complexa, é dominantemente hierárquica. São Paulo, concentrador de grandes empresas é o grande centro de comando. Ligações aéreas intermetropolitanas estão condicionadas pela forma de organização do setor no país, com um hup pricipal em São Paulo e secundário em Brasília As ligações de ônibus invertem o padrão interior, as principais têm forte associação regional , as primeiras ligações desenham três grupos, um ao norte, Belém, Fortaleza, Recife e Salvador; o segundo de Goiânia e Brasília; e o terceiro, com foco em São Paulo, reúne Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba e Porto Alegre.
  • São Paulo é uma grande metrópole nacional e apresenta as relações empresarias mais intensas com seu entorno, compreendendo o estado de São Paulo, o do Rio de Janeiro, o sul de Minas Gerais e o norte do Pará, mas mantém vínculos em todas as Unidades da Federação, e com todos os centros até o nível de Capital regional B. As duas metrópoles nacionais, Rio de Janeiro e Brasília, ainda que menos intenso, também apresentam relações com todo o território . São Paulo, grande metrópole nacional –Fonte : google imagens.
  • Resultados Gerais da Pesquisa: Questionário aplicado em 4625 municípios • Temas investigados •Transporte público – ligações regulares • Deslocamento para: • Aeroportos • Ensino Superior • Compra de bens • Serviços de saúde • Lazer • Comunicações – local de edição de jornais
  • Resultados Gerais da Pesquisa:
  • Mapa 61 - Densidade de domínios de Internet - Brasil - 2006
  • IBGE. Regiões de influência das cidades 2007. Rio de Janeiro, 2008. http://www.suframa.gov.br/zfm_industria.cfm Referências
  • Related Search
    We Need Your Support
    Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

    Thanks to everyone for your continued support.

    No, Thanks
    SAVE OUR EARTH

    We need your sign to support Project to invent "SMART AND CONTROLLABLE REFLECTIVE BALLOONS" to cover the Sun and Save Our Earth.

    More details...

    Sign Now!

    We are very appreciated for your Prompt Action!

    x