Programa UNESP para o Desenvolvimento Sustentável de SLP

Description
Programa UNESP para o Desenvolvimento Sustentável de SLP. Assessoria à Gestão do Plano Diretor Participativo Extensão: Plano Estratégico com Foco no Desenvolvimento Econômico Prof. Dr. José Xaides de Sampaio Alves.

Please download to get full document.

View again

of 16
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Information
Category:

Documents

Publish on:

Views: 5 | Pages: 16

Extension: PDF | Download: 0

Share
Transcript
Programa UNESP para o Desenvolvimento Sustentável de SLP Assessoria à Gestão do Plano Diretor Participativo Extensão: Plano Estratégico com Foco no Desenvolvimento Econômico Prof. Dr. José Xaides de Sampaio Alves 1- Introdução – máx5 min.2- Conceitos e Metodologia -Exposição dos fundamentos do P.E – máx. 30 min. 2.1- Dar Continuidade, Aprofundamento e Impulsão das Ações de Planejamento Participativo realizadas desde 2005.
  • Valorizar e Respeitar os esforços coletivos empreendidos pelos Gestores, Conselhos e Centenas de pessoas da zona urbana e rural ao longo do tempo.
  • Sedimentar uma visão Sistêmica, Continuada, Plural e Histórica para o Planejamento Local.
  • Evitar uma visão de desrespeito aos Avanços Conquistados como se tivesse que “Começar Tudo do Zero”
  • Incorporar os resultados já obtidos nos processos participativos de planejamento local e regional já desenvolvidos e que viraram Lei Municipal através do Plano Diretor Participativo; que aponta Diretrizes, Programas, Projetos e Ações já debatidas.
  • Agregar novas possibilidades de Programas, Projetos e Ações, caso os mesmos não tenham sido apontados anteriormente, nestes casos verificando se precisam de leis específicas ou de alteraçoes da lei do PDP no futuro.
  • 2.2 - Que projetos devem ser a base para inicial metodológica?
  • Devem ser consideradas três etapas de trabalho contínuos desenvolvidos no tempo em SLP com a Participação da UNESP.
  • 1ª Etapa - O PEDESS - Plano Estratégico de Desenvolvimento Saudável e Sustentável, 2005 a 2006.
  • 2ª Etapa - O PDP-Plano Diretor Participativo – 2006 a jan. 2010.
  • 3ª Etapa – A Gestão do Plano Diretor Participativo – que já acumula várias propostas e discussões nos diferentes Conselhos Municipais, Assessorias, Parcerias já prestadas por diferentes entidades,
  • 3 metodológica?-Organização dos Grupos de Trabalho de acordo com membros presentes – Ideal grupos de até seis pessoas – intersetorial.Máx. 10 min4- Definição de um Coordenador e Secretário para cada grupo. Máx. 10 min. 5 – Definição dos Programas, Projetos, Ações e Campanhas Estratégicas máximo– 1:30 horas + Outra Oficina se necessário A- Leituras Técnicas ( PDP – Por Área) com Foco no Desenvolvimento Econômico. Projetos, Programas e Diretrizes. B- Levantamento Novas Possibilidades Não Contidas no PDP – Destacar para futuras Inclusões C- Apresentação coletivas pelos grupos. D- Criação de um Painel de Visualização das Propostas – Cartazes ou Powerpoints. 6- 2ª Oficina- Estruturação Estratégica dos Projetos, Ações e Campanha -3 horas E- Organização dos resultados por prioridade em Programas (Macro-projetos) e Projetos, subdvididos em ações e campanhas. F – Estruturação dos Grupos de Impulsão dos Projetos, Ações e Campanhas definidas como prioridades imediatas e de curto Prazo. G-Idem anterior para os Projetos, Ações e Campanhas de médio e longo prazo – Definição de uma agenda de trabalho imediata. 7 – 3ª Reunião: Planejamento da IMPULSÃO dos “Projetos, Ações e Campanhas”. Recursos Humanos, Financiamentos Possíveis, Parcerias, Elaboração da “FOFA”, Elaboração de Planos de Negócios ou de Ações Públicas, Busca dos Parceiros de Gestão e Capacitação Continuada, Elaboração de Plano de Marketing etc. detalhamento a seguir(?) 7.1 - Oficina de Estruturação Estratégica e Priorização dos Projetos e Ações.
  • A- Análise Viabilidade
  • Necessidade de Busca de Assessorias e Capacitação!? Administrativa; Pesquisa de Mercado; Marketing, Elaboração de Plano de Negócios etc;
  • Projetos centrados no investidor individual ou Programas Alternativos: Empreendedorismo, Empreendedorismo Social, Incubadoras de Negócios e Incubadoras de Cooperativas e outros Associativismos.
  • Análise de Facilidades, Oportunidades, ameaças, Demandas, Concorrências, Dificuldades, Capacidades e dificuldades de Gestão Pública, Privada e em Parceria dos Projetos; Necessidades de Investimentos e de capacitação, riscos.
  • Capacidades de Gestão e de investimentos locais já instaladas.
  • Possíveis Parceiros de Gestão e Capacitação continuada: Universidades, Sebrae, Órgãos governamentais, institutos de pesquisas etc.
  • Análise de Possibilidades de Investidores e captação de recursos.
  • Notas sobre algumas oportunidades de macro-projetos e projetos.
  • Projetos coletivos: - Busca de atração turística: Sinalização, Marketing Turístico Cultural e Comercial - Urgência em criação de frentes de trabalho: Exemplos: Limpeza, manutenção de próprios, zeladoria de parques e praças, viveiristas etc. - Fortalecimento de Programas de Marketing com foco na conjuntura atual: Canteiro Aberto etc. -Associativismo Rural para produtos direcionados para o turismo e consumo local e regional: Exemplos: Ecoturismo e produção agropecuários (palmito jussara; leite, requeijão de prato, doces, artesanato, hortaliças etc ( Programa das agrovilas)
  • -Associativismo Urbano - idem: Artesanato, roupas, artes plásticas, música, dança etc. -Associativismo ambiental: Viveiristas, Zeladoria de Praças e áreas verdes; Catadores e Beneficiadores de Recicláveis. - Distrito Agro-Industrial e ZICS
  • Projetos Individuais e em parcerias: - Circuito turístico caipira. - Desenvolvimento de produtos turísticos como: Guias Turísticos; Mão de obra para patrimônio arquitetônico;Pousadas e hotéis fazendas; Pousadas urbanas; Pequenas e médias empresas de lazer, esporte, cultura: Cavalgadas; Esportes náuticos Urbanos; Charrets; pesca e solte, artesanato e produtos típicos etc.
  • Criação de Novos Atrativos: Complementares à valorização do Patrimônio Cultural já Existente: Uma contribuição Urbanistica, Arquitetônica e Paisagística. Necessidade de Criação de novos Produtos e
  • Praça de Eventos/Concha acústica – Nova Rodoviária
  • Rua Turística do Alto do Cruzeiro
  • Circuito “Sete + Um” – O Saci e Mais Voçê
  • Rua da Música.
  • Escola de Música,
  • Anfiteatro Dique
  • Centro de Educação Sócio Ambiental, Lazer, História e Esportes.
  • Parque do Rio Paraitinga.
  • Paisagismo de recuperação das encostas erodidas . valorização do Patrimônio Cultural já Existente: Uma contribuição Urbanistica, Arquitetônica e Paisagística. Necessidade de Criação de novos Produtos e
  • Programa Luzes, Cores e Perfumes
  • Integração do CIT com a TIC – Centro e Pontos de Informações Turísticas –Uso das TICS contemporâneas em espaços regionais – exemplo: Frango Assado, Postos de Gasolina, Pousadas, Restaurantes, escolas, próprios municipais etc.
  • Pinturas de Fachadas.
  • Nova Rodoviária e Praça do Carnaval.
  • Esculturas em espaços públicos etc.
  • FIM valorização do Patrimônio Cultural já Existente: Uma contribuição Urbanistica, Arquitetônica e Paisagística. Necessidade de Criação de novos Produtos e Prof. Dr. José Xaides de Sampaio Alves Assessoria à Gestão do Plano Diretor Participativo
    Related Search
    Similar documents
    View more...
    We Need Your Support
    Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

    Thanks to everyone for your continued support.

    No, Thanks